Loading...

Voos low costs: até que ponto são vantajosos 

Os voos low costs revolucionaram a aviação, já que agora é possível conhecer diferentes lugares pagando muito pouco pelo trecho. Porém, apresentam alguns pontos negativos.

Voos low costs são muito utilizados na Europa, onde empresas como EasyJet e Ryanair oferecem passagens por €10 ou menos. Mas, no Brasil essas empresas ainda não atuam. Apesar da intenção da Anac de mudar as regras tarifárias para baratear os preços, não é isso que acontece. 

Mas, se por um lado as tarifas dos voos low costs são tentadoras, por outro elas contêm várias pegadinhas. Então, é preciso ficar atento para não gastar desnecessariamente.  

A maior vantagem dos low costs é o preço!

Os pontos positivos dos voos low costs

A maior vantagem dos voos low costs é obviamente o preço. Na Europa, por exemplo, é possível comprar trechos entre as capitais a valores muito baratos e economizar uma boa grana. 

Os voos low costs possibilitaram que mais pessoas viajassem gastando menos. Portanto, a tarifa média costuma ser mais barata do que nas companhias aéreas tradicionais, enquanto as taxas não aplicadas. 

Outra vantagem é a oferta de voos e destinos. Assim, uma vez que as companhias low costs voam para capitais, mas também para cidades menores, possuindo uma ampla gama de destinos ofertados.   

Para quem viaja só com bagagem de mão e faz check-in online, os voos low costs são a escolha certa de economia. Até porque há taxas para quem quer despachar bagagem, ou excede o limite de peso, e para àqueles que decidem fazer o check-in no balcão, já no aeroporto. 

Um bom ponto positivo é que não é preciso comprar passagem de volta para que a tarifa seja mais em conta. Então, dá para comprar apenas um trecho e garantir a oferta disponível. 

A bagagem é um dos maiores problemas de quem viaja com low costs

Mas, e os pontos negativos dos voos low costs?

Em voos low costs você precisa pagar uma série de taxas extras para despacho de bagagem, check-in ou marcação de assento. Assim, uma das principais fontes de renda das low costs é o excesso de bagagem: cada quilo que passar dos vinte permitidos custa, pelo menos, €10 – sendo assim, muitas vezes, mais caro que o valor da passagem.  

Entretanto, outro detalhe importante é prestar atenção ao aeroporto. Então, muitas companhias low costs usam aeroportos secundários, distantes e de difícil acesso.  

Além disso, esteja preparado para as mudanças. Os voos mais econômicos costumam trocar de horário com mais frequência ou cancelar os voos sem aviso prévio. Portanto, evite ao máximo fazer conexão com os voos low costs.  Então, é preciso ficar de olho e acompanhar a sua reserva uma vez que não é raro que a empresa altere o horário do voo. 

Outro ponto negativo são as muitas regras tarifárias. O não comparecimento ou remarcação acabam tornando a passagem muito cara. Então, caso você se precise alterar a reserva. 

Antes de decidir comprar a passagem pela companhia low costs, faça também a cotação com a companhia aérea tradicional. Às vezes, contabilizando todas as taxas, os preços das passagens ficam similares. Mas, sempre no ato da compra, preste atenção nos termos e condições da tarifa, para evitar pegadinhas ou perrengues.  

 

Então, voos low costs valem a pena?

Os voos low costs compensam, principalmente, para quem quer economizar durante a viagem. Entretanto, se sua intenção é viajar com bagagem despachada ou mais comodidade e conforto, os voos low costs não são boas opções.

Assim, antes de viajar, cote a passagem com várias companhias aéreas e compre a passagem com a que mais te agradar.

 

Nossos Parceiros

Deixe seu comentário! Queremos sua opinião.

Queremos te ajudar a viajar ainda mais!

Você deve amar viajar tanto quanto nós!
Somente entre com seu e-mail abaixo e prometemos enviar as melhores dicas de viagem!
Sim, eu quero receber novidades
Não, obrigado!
close-link
2018-05-11T17:33:14+00:00
Você deve amar viajar tanto quanto nós!
Somente entre com seu e-mail abaixo e prometemos enviar as melhores dicas de viagem!
Sim, eu quero receber novidades
Não, obrigado!
close-link
shares